Audax admoestada por emitir faturas com prazo limite de pagamento inferior ao regulamentado

A ERSE adotou a decisão final de admoestação à Audax, na sequência de um processo de contraordenação iniciado em agosto de 2020. Na sua base estiveram várias denúncias e reclamações.

Entre setembro de 2018 e maio de 2019, a Audax emitiu e enviou 39 faturas aos seus clientes domésticos, com um limite de pagamento inferior ao regulamentado de, pelo menos, dez dias úteis.

A dimensão da Audax e a colaboração que prestou ao longo do processo sancionatório foram algumas das razões que pesaram na decisão.

Pode aceder ao comunicado na íntegra aqui.